Cabeçalho 2

sexta-feira, 25 de março de 2011

Egrégoras (Parte 1)

As Egrégoras (do grego egrêgorein, velar, vigiar) são as entidades mais pesquisadas por pessoas interessadas em magia graças ao fascinante modo que elas nascem.

As egrégoras se formam a partir da energias de um grupo, geralmente grupos que tem um objetivo em comum.

Basicamente elas estão em todos os locais e são formadas pelos mais diversos grupos e diferença está na força delas e da forma que elas são criadas.

Por exemplo, lá na antiguidade uma pequena tribo começa a idolatrar um objeto, um graveto por exemplo (Não que isso seja ou fosse, comum é apenas um exemplo, Ok?).

Então toda a tribo começa a ter fé que o graveto mestre tem poder, rezam para ele, dançam e fazem oferendas para o graveto. No decorrer disso toda energia criada pela fé no graveto começa a criar a Egrégora, se eles pensam que ele pode curar, trazer chuvas e outras coisas, ela acaba podendo ter esse poder.

Você pensa que aqueles nativos faziam tantas oferendas por ignorância?

Não, a fé e vontade direcionadas podiam ser tão grandes que "nascia" uma divindade que os atendia, é claro que os resultados não eram tão práticos, levava tempos de idolatria para receberem os presentes do seu "deus", as manifestações podiam se dar por meio de sonhos, transes e até incorporações, a
 entidade não aparecia no plano material e sim no astral e de lá ele podia intervir no plano físico.

Em breve o restante, Aguardem!

7 comentários :

  1. boa explicação.... simples e direta... bom para quem está começando realmente.... abraços

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Ro dos Anjos!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Deuses Americanos de Gaiman

    ResponderExcluir
  4. Esse assunto tem me interessado recentemente, entrei a pouco tempo para o candiomblé pela cobrança dos Orixás e me pergunto se os Orixás não passariam de Egrégoras. Os espíritas "kardecistas" dizem que as formas pensamento desaparecem pouco tempo depois que se deixa de pensar nelas mas com milhares de pessoas acreditando e pensando na existência de uma mesma coisa seria completamente possível uma forma pensamento continuar existindo por anos, isso se aplica para locais também? O céu cristão poderia existir no plano espiritual/astral simplesmente pela religião cristã ter milhares de fiéis que acreditam na existencia desse local no pós-morte?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, no candomblé são espíritos mesmo, eu aconselho a você mesmo conversar com eles sobre isso.

      Eu vejo a forma-pensamento de forma um pouco diferente, ela pode ser criada por uma pessoa só, a egrégora se forma em grupos, fora outras diversas diferenças, a igreja universal não tem uma forma pensamento, e sim uma egrégora.

      Não sei se o céu cristão se aplica não, embora seja possível, cada um ainda vai ter uma ideia pessoal dele.

      Excluir
  5. Muito interessante esta explicação...
    Me lembrou do filme original "O chamado", a versão em Japonês (Eu acho)...
    Dá uma olhada, tem uma parte que a moça pergunta para o rapaz como surgiu toda esta situação?
    E o rapaz responde que essas coisas não tem início específico, as pessoas simplesmente falam, passam pra frente, acreditam, e ela de repente é real...
    Abraço meu amigo Yuri!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou procurar pra assistir, valeu pela dica!

      Abs!

      Excluir

Olá! Obrigado por fazer seu comentário!
Saiba que todos os comentários são responsabilidade e opinião dos seus autores e não do site.
Por favor evite ao máximo colocar links de outros sites a não ser que seja necessário, também não faça propagandas do seu site ou blog aqui.