Cabeçalho 2

terça-feira, 31 de maio de 2011

Xamanismo no Brasil

Xamanismo no BrasilXamanismo é um sistema muito bom, infelizmente não sei o tanto que gostaria sobre o tema.
O pouco que sei é que as bases que temos infelizmente ainda são distantes, muita gente  usa a cultura de outros países para as práticas relacionadas sendo que a nossa é muito rica e acredito que até mais.


O xamanismo é muito forte no Brasil, data de 6 mil anos atrás e é sistema complexo e muito poderoso principalmente na cura, estamos falando do Xamanismo dos Guaranis e de outros povos, embora seja mais conhecido como Pajelança do que como Xamanismo.

Boa parte dos rituais tem relação com espíritos ancestrais que se comunicam com o Pajé através de diversos métodos, entre eles o uso de cânticos e danças.

Como outros sistemas de xamanismo o que se aprende é passado do mestre ao aluno sem nada escrito.
Outro fato interessante é que para ser Pajé geralmente deve ser médium ou ter alguma qualidade psíquica.
Para eles qualquer problema físico tem relação ao espiritual, o que é pura verdade, embora acreditem nisso o uso de plantas é muito comum para as curas, algumas vezes os pajés utilizam a ajuda dos espíritos para saber qual é a planta que deve ser usada em determinado caso.

Boa parte das ferramentas usadas são tambores, chocalhos, defumadores e amuletos.

Os habilidades do Pajé também podem ser usados para fins "ruins", em casos de guerras entre tribos por exemplo.

Atualmente os "serviços" dos  pajés não se restringem apenas a membros de sua tribo, existem pajés que sozinhos mostraram a capacidade curativa de vários tipos de plantas que as pessoas de foras como especialistas não sabiam a utilidade.

Infelizmente o potencial desse tipo de xamanismo não é muito explorado, devido o caso que os conhecimentos não são passados para qualquer um, isso faz com que muitos interessados pulem para o xamanismo norte americano.
 
O texto é pequeno, mas sei que faltam textos que falem um pouco do xamanismo no Brasil, mesmo que nossa informação seja pouca, o que eu acho feio é falarem de xamanismo e colocarem fotos de índios norte americanos de trancinhas!
Vocês podem confirmar o que eu estou falando quando vocês escrevem sobre xamanismo e encontram apenas imagens de índios norte americanos, isso é no mínimo constrangedor e vergonhoso.

Vamos tentar mudar essa visão!

sábado, 28 de maio de 2011

Companheirismo e sua necessidade

Já falei em Porque grupos de Ocultismo não vão para frente sobre o funcionamento de alguns grupos no ocultismo e porque grande parte não dá certo.
Por isso vale a pena entrar em outro assunto, o companheirismo e como ele pode ajudar quem estuda ocultismo.
Não precisamos ser estatisticos para saber que aprender em grupos é algo mais proveitoso do que estudar sozinho.
No Ocultismo esse padrão cresce muito, pois nele antes do estudo e práticas do determinado tema ainda temos uma coleta de material que pode levar muito tempo, mais se estiver junto com um grupo, essa trabalho pode ser facilitado e adiantado, isso tudo ajuda no "crescimento" individual de cada membro.

A Egrégora também ajuda muito na evolução dos membros, isso é claro se ela for positiva, caso contrário vira na melhor das hipóteses eles vão perder tempo.
Por causa disso tudo devemos ter cuidado com quem faz parte do grupo e com quem entra, a egrégora é meio que formada por cada membro é por isso que é bom ter membros com atitudes e vontades que tenham relação com crescimento.

Mas essa ideia das egrégoras foi  explorada em outras postagens e de grupos também algo que foi pouco comentado até agora foi a questão de trocar informações com outros tipos de pessoas (fora de grupos).

Eu falo por experiência própria conheci muita gente que gosta de ocultismo ,são com as amizades que aprendemos mais , e com conversas que não sabemos que vão trazer aprendizado.
Não sei bem como fazer para arrumar amigos com esse "gosto" que temos em comum, uma dica é você participar de forúns comunidades e escrever de vez em quando, humildade também ajuda bastante, ninguém gosta de gente metida.
Procure ajudar quem precisar caso você saber como, afinal o tema é companheirismo, mesmo que você não conheça a pessoa tente ajudar (a não ser que ela queira se vingar de alguém).

Para finalizar, o importante é não se fechar nem se isolar!

terça-feira, 24 de maio de 2011

Alguém quer ser meu mestre?

Mestre MiyagiNascemos em uma geração muito especial, sobre isso não resta dúvida, enquanto a TV nos educava, viamos pessoas com uma nível de ascensão nunca visto e com um título na frente dos nomes "Mestre".
Mestre dos Magos, Mestre Kame, Mestre Miyagi, Mestre Avan e por ai vai.
 

A palavra "Mestre" ficou ligada a alguém que nos vai nos ensinar,  depois acima de todos, e essa relação também existe entre os ocultistas.








O mestre sempre foi um assunto muito discutido no ocultismo e sempre surgem algumas dúvidas.

Até onde alguém precisa chegar para ser um Mestre?

Afinal o mestre escolhe o aluno, ou o aluno escolhe o mestre, ou o destino junta os dois?


São dúvidas comuns, na minha opinião tudo depende do caso.
Mas o motivo desse texto é resultado do que eu aprendi por experiência própria, e é que tem muita gente brincando de ser mestre enquanto não tem capacidade enquanto tem muita gente com capacidade de sobra mas prefere não ensinar ninguém por ver apenas gente despreparada.
O grande problema vem quando pessoas despreparadas tentam discipular pessoas menos preparadas ainda, ou como diz o famoso termo "cegos guiando cegos".


Isso é no mínimo perigoso, principalmente para quem está como aluno. 

Mas essa não é a pior parte da história, tem gente pior ainda, que cobra pra ensinar suas besteiras e sabe mesmo que está fazendo algo errado...

Algo contrário do que se pensa, não é nada complicado encontrar pessoas fanáticas quando o assunto é internet.
Um dos métodos mais usados por falsos mestres é prometer, prometem como políticos, "Você vai ter poderes", "Seja diferente dos outros",  mas quando começam a mostrar que são mentirosos podem usar as desculpas, "você não está capacitado ainda" ou "...mas depende tudo do seu esforço".  

Isso faz a mentira ter mais duração.

As maiores vítimas estão nas redes sociais, já vi umas 500 vezes tópicos em comunidades do ocultismo escrito  "Alguém quer ser meu mestre?"
Como resposta a pessoa era criticada e alguma boa alma explicava que era perigoso pedir essas coisas no orkut, porém nessa brincadeira a pessoa ganhava 3 ou 5 mestres que só Deus sabe o que tinham na cabeça.
E se você pensa que são apenas pré adolescentes que caem nessa já te digo que você está muito enganado, já vi caras de 30 anos pra cima fazendo isso e até gente dessa idade vindo pedir meu auxilio sem nem saber quem eu era direito.

Para finalizar quero deixar claro que não sou contra alguém ter um mestre, nem que pague cursos (desde que sejam bons), só digo para fazer uma análise pesada em tudo e ver se a pessoa é mesmo quem ela sugere ser.

Conforme o tempo vocês vão ver que os grandes mestres vão ser pessoas simples que nos ensinam sem a intenção de se ensinar e que as vezes nem vão se considerar mestres.

Para finalizar quero deixar uma frase de refrexão.

"Se você ver o mestre do outro lado da rua mate-o o verdadeiro mestre está dentro de você!"

sábado, 21 de maio de 2011

Os Simpsons fala Sobre Wicca

WiccapediA
"Os Simpsons" sempre esteve entre um dos meus programas de TV favoritos, e não preciso de pesquisas para saber que muitas pessoas gostam, até agora (2011) a série tem 22 temporadas e milhares de prêmios.

WiccapediAEsses dias (Ontem) vi um episódio dessa série que se chama "Rednecks and Broomsticks" que no Brasil ficou com o nome de "Caipiras e Cabos de Vassouras" ele começa com a  abertura, enquanto Bart está escrevendo na lousa da escola vemos escrito: "O mundo pode até acabar em 2012 mas não esse programa".

Achei muito engraçado, estou pensando em até adotar como Subtítulo do Blog, "O mundo pode até acabar em 2012, mas não esse Blog.", (Por favor não copiem!)

Mas não para por ai, o episódio tem como tem algo muito interessante como tema a Wicca, e mesmo com piadinhas de humor negro são tratadas algumas coisas comuns na sociedade.
Tudo começa quando Lisa encontra um trio de garotas wicca na floresta, depois de conversar um pouco com elas Lisa acaba gostando, o que é interessante já que Lisa é a pessoa mais cética da família.

Quando Lisa chega em casa resolve pesquisar sobre Wicca, então ela entra em um Site chamado "WiccapediA", uma alusão ao Wikipédia.
Grupo WiccanO site tinha várias opções algumas delas: Maldições, Vassouras, Poções, Familiares, Feitiços, Feitiços contra Acne e Buffy a caça vampiros.

Quando Bart vê o pentagrama do site já associa a algo "errado"(mostrando que ainda existem pessoas que pensam que pentagrama é algo ruim), quando Lisa explica que é um símbolo Wicca, ele faz um seguinte comentário:

"Lisa você é muito jovem para ser uma wicca , saboreie os degraus que levam até ela! anorexia na faculdade, seqüência de maus casamentos, a decepção da carreira, não conseguiu comprar uma loja de cerâmica, então quando você está velha e sozinha você pode levar essa coisa de bruxa sério ".

Depois disso Lisa diz que precisa de um familiar e usa um pano como capa e sai correndo atrás do gato fingindo que vai matá-lo, o vizinho Ned Flander vê aquilo e diz:
"O Budismo a levou diretamente à bruxaria "

Ao decorrer do episódio as garotas Wicca são acusadas de causar uma cegueira em pessoas da cidade e condenadas a afogamento, o zelador Willie que fez uma cadeira de afogamento diz: Se elas não morrerem são bruxas, mas se morrerem são inocentes. 

Lisa consegue chegar a tempo e provar que as garotas wicca são inocentes e que a cegueira era resultado de algo com a água.



O episódio termina com a música Season of the Witch.

O episódio deu muito o que falar nos Estados Unidos, alguns representantes da wicca acharam até algo legal devido a uma conscientização, no caso do episódio ter uma caça ás bruxas no estilo Salém.

Uma famosa blogueira wicca dos Estados Unidos disse que seria hipocrisia reclamar já que o vizinho Ned Flanders é cristão e é piada em todos episódios.
Acredito que esse comentário foi muito bom, e ainda um tapa na cara nos fanáticos religiosos estilo Flanders que tiraram sarro.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

DeadMan/Desafiador

DeadMan/DesafiadorDeadman ou Desafiador, é o fantasmas errante de Boston Brand e um herói dos quadrinhos da DC comics e é criação de Arnold Drake e Carmine Infantino.

Boston Brand era trapezista de um circo que usava a fantasia vermelha, e mascara de aparência de cadáver, em uma das suas apresentações ele é morto por uma armadilha e enquanto morre, ele recebe poderes de uma Deusa Hindú chamada Rama Kushna, a fim de vingar sua morte.
Depois de vingar sua morte ele decide aceitar seu dom ou maldição e viver como um agente da deusa, para ajudar as pessoas.

Os poderes dele são intangência, invisibilidade e a capacidade de possuir o corpo das pessoas, e depois da experiência as pessoas possuídas não lembram de nada.
Obviamente por ser um fantasma Boston não pode ser visto, ouvido ou sentido exceto por pessoas com sensibilidade espiritual ou que tenham poderes mágicos, fora isso para se comunicar com as pessoas usa a possessão em alguém próximo.

DeadMan/DesafiadorSe a pessoa possuída morrer, ele é expelido para fora do corpo.

Deadman trata de um assunto muito discutido no espiritismo, a incorporação ,apesar de que no caso dele se trate mais de uma possessão, temos algumas coisas parecidas com a incorporação mediúnica como o caso da pessoa não lembrar de nada quando incorporada, algo que ocorre segundo alguns médiuns.

Também fala um pouco sobre hinduísmo, no caso a vida após a morte e da magia de uma cidade no Tibet, podemos ver que os escritores da época tinham grande "vislumbre" em relação ao Tibet e seus mistérios vemos isso em Dr. Destino e Dr. Estranho que também tem histórias relacionados o locais místicos no Tibet.

Curiosidades:

DeadMan/DesafiadorA aparência de cadavérica de Boston como fantasma na verdade é a fantasia que ele usava quando foi morto.
A fantasia que ele usa foi baseada no falecido pai de Robin parceiro de Batman.
O nome da deusa hindú que deu poderes para Boston, Rama Kushna é possivelmente um nome  provindo do nome dos deuses Hindus Krishna e Rama.
Existem boatos da qual Guilhermo del Toro (que dirigiu o filme de Hellboy I e II ) tem interesse em fazer um filme desse herói.
Ele aparece em algumas histórias de Alan Moore como Monstro do Pântano.

DeadMan/DesafiadorBoston vira uma pessoa normal  quando está na cidade de Nanda Parbat, cidade escondida no Tibet, e vigiada por Rama Kushna, o local realmente existe, é considerada a nona maior montanha do mundo.

Em uma das poucas aparições na TV, Deadman apareceu em Liga da Justiça sem limites, quando ele viu um vilão mirando para atirar na  Mulher-Maravilha  ele possui o corpo de Batman, e dispara  uma arma, matando acidentalmente quando o vilão é  arremessado em fios elétricos.
Isso acaba fazendo parecer que Deadman queria se vingar do vilão, já que não tinha como se comunicar e além disso a , deusa Rama Kushna nega o seu pedido de termino como fantasma errante e diz que é necessário ele continuar as suas funções.

Acredito que é tudo o que eu posso falar sobre Deadman, sem dúvida ele pode ganhar um filme no futuro já que estamos na "Era dos Filmes de Super Heróis", resta saber quando!

domingo, 15 de maio de 2011

Começando Pelo Difícil

Não é muito difícil  perceber que as pessoas sempre se veem em uma posição superior a que estão, por isso mesmo que as crianças não decidem se elas estão aptas a passar de ano ou não e sim seus professores.
No ocultismo não é diferente, algumas vezes por falta de pesquisa ou algo mais, as pessoas logo pulam para as coisas mais complicadas e no final podem desistir graças ao nível de dificuldade e falta de resultados ou resultados que aguardavam.
Geralmente o avançado também é o mais interessante, isso causa esse "efeito" de querer avançar e ir ao mais difícil.

O caso  mais comum e que tem mais a ver com o título, é as pessoas começando por coisas mais complicadas como projeção astral e quando não tem sucesso depois de algum tempo desistem ou desacreditam.

Mais existem outros modos de se começar pelo modo difícil.
Por exemplo a meditação tem vários modos de ser feita, começando por respiração, visualização, mantras, ou tudo isso junto e por ai vai.
Mais requer pesquisa e testes para ver de que modo você se dá melhor, ou seja fazer algo sem ter muito conhecimento inicial também é começar pelo modo difícil.

O que eu recomendo antes de fazer qualquer prática é ter um estudo prático profundo e depois ir para a prática.
Fazer os dois também não é tão ruim assim, vai de cada pessoa e principalmente do que você está estudando.
 Ai é que entra aquela frase "Conhece-te a ti mesmo", é você que tem que saber seus limites, qualidade e defeitos, mas começar por algo mais complicado pode ser sempre uma furada.

Era pra esse texto ser curto mesmo, o único objetivo era enfatizar e lembrar da importância de um estudo teórico e também de não se colocar o carro na frente dos bois.

terça-feira, 10 de maio de 2011

Porque é importante termos a Nossa opinião

O título parece meio bobo, mas no decorrer do texto vocês vão entender.

Algumas vezes as informações sobre ocultismo vem mastigadas, não precisam que se gaste neurônios.
O grande problema é que quando não analisamos bem uma coisa ou situação acabamos por não termos uma opinião, apenas a da pessoa que escreveu o texto/livro.
E se a informação não for verdadeira, ou até não for tão certa quanto um indivíduo defende?
Temos algumas ferramentas: Bom Senso, Pesquisa, e o Teste.

O Bom Senso já foi comentado por aqui, algumas vezes as pessoas acabam por nos dar informações que não passam de baboseiras ou devaneios, e acabam ficando na cara que são besteiras, muitas vezes o ocultismo apresenta coisas que parecem absurdas para quem  não conhece, porém chegam alguns e abusam.
É por isso é bom senso para ver se algo é o que é mesmo, não engula nada muito cru, analise bem antes de aceitar, na vida ocultista encontramos muitas coisas doidas, mas isso não é regra.

Se utilizar o bom senso é complicado temos a pesquisa, a pesquisa faz parte da vida de quem é ocultista, é a base de tudo, foi até colocada nas nossas 10 Dicas.
Quando alguma dúvida vier, procure pesquisar, pesquisa vai desde escrever no Google até perguntar pessoalmente a alguém que entenda.
O ato de pesquisar pode se relacionado a minerar, você pode encontrar a quantidade de pedras preciosas que quer, mais, menos e até coisas que não esperava.

Em alguns casos em vez de deduzir, podemos testar, é claro que com todo o cuidado a possível e sempre procurar fazer as coisas de maneira segura.

Isso tudo acima foi escrito para que?

Para lembrar de que a Sua opinião deve ter uma posição de destaque na sua vida e decisões...
Vejo muitas pessoas que falam muito bem sobre ocultismo, mas são apenas frases de livros conhecidos e nada mais, poucos são os que tentam ver por outros ângulos e questionar.

Tentem fazer a diferença, questionem, escrevam suas teorias, sejam vocês mesmos.

domingo, 8 de maio de 2011

10 Dicas Para Iniciantes em Magia e Ocultismo

Dicas são boas, grande parte delas a gente acaba criando quando já erramos, porém servem para que outros não cometam os mesmo erros ou nós mesmo de novo, aqui estão algumas que eu acho que são legais para quem está estudando ocultismo.


Aprenda a pesquisar

Pesquisar é uma qualidade que todo ocultista deveria ter, pois nem sempre usar o Google é a melhor solução.

Use o bom senso

Vamos encontrar todo tipo de pessoas, práticas e promessas no caminho, na maior parte das vezes apenas temos o bom senso para ver se algo é correto ou errado, falso ou verdadeiro, etc.

Do menor para o maior

Comece pelas coisas simples e depois as difíceis e complexas.

Crie o costume de ler e entender o que está lendo

Leitura é fundamental, com ela se cria base, devore os livros, mas entender o que você leu também é importante.

Sempre anote tudo

Quando escrevemos algo nossa memória armazena as informações com mais facilidade, além disso é sempre bom ter tudo anotado, tanto em bytes como em folhas.

Evite fazer parte de grupos extremamente fechados

Existem grupos que se fecham com medo de plágio, obrigam os membros a fazer parte apenas dele e acabam por virar prisões para seus membros, fuja desses grupos, liberdade é algo que todo estudante de ocultismo precisa.

Seja você o seu mestre antes de outros


Quando a pessoa está pronta ele encontra pessoas capacitadas para ensinar a ela, porém o verdadeiro mestre sempre deve estar em você.

Nem tudo é verdade

O mundo da magia é cheia de coisas maravilhosas, porém algumas dessas maravilhas tem existência apenas da mente de pessoas insanas, portanto cuidado.

Acredite no seu potencial

Acredito que não preciso dizer nada sobre essa.

Procure trocar informação


Embora o estilo, "Lobo Solitário" tenha seu lado bom, ter contato e trocar informações com pessoas é algo muito bom, e conversas podem ser mais produtivas do que leituras de dezenas livros algumas vezes.


E você? Que dica adicionaria aqui?

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Materialização de Objetos

Em outra postagem com o nome parecido falei sobre a Materialização de Pensamentos, mas reparei que muitos que iam até a postagem na verdade procuravam algo no sentido de materialização de objetos, portanto resolvi fazer uma postagem sobre isso!


Materilização é considerada um fenômeno sobrenatural...

Basicamente a materialização ocorre quando algum fenômeno ou um individuo pela sua vontade consegue criar algo quase que instantaneamente.
Diferente da Materialização de Espíritos da qual a materialização se dá pelo ectoplasma de um médium, a materialização de objetos, faria objetos aparecerem "do nada", aparentemente criada pela energia do pensamento da pessoa ou pela vontade dela.
Uma das pessoas que aparentemente conseguia realizar esse fenômeno foi indiano Sathya Sai Baba, que morreu faz pouco tempo.
Ele conseguia materializar diversos objetos, jóias, moedas, vibhuti (uma cinza com propriedades curativas), e muitas outras coisas.
Existem muitas histórias sobre Sai Baba e suas materializações até uma em que dizem que ele materializou um crucifixo com a madeira da cruz de Jesus Cristo, da qual o um teste de carbono datava que a madeira tinha mais de 2 mil anos.

É claro que existem casos de materialização na Bíblia também, Jesus fez isso com os peixes pro exemplo.
Também temos Moisés enquanto levava o povo para a terra prometida os alimentava com comida que "aparecia" pelo caminho, porém não era ele que fazia isso, outras vezes ele retirava água de rochas.

É bom lembrar também que a  materialização não se dá apenas com objetos, aromas também podem ser materializados.


Por mais que digam a ciência teve muitas provas sobre materialização, porém explicar como se dá  ainda é impossível para ela.

Em breve vou tentar fazer uma postagem sobre materialização de espíritos, também, aguardem!

terça-feira, 3 de maio de 2011

Ocultismo no Mundo e Brasil

Nós estamos muito acostumados a ver o nosso modo de pensar do nosso território, porém o ocultismo também existe fora daqui.
Países da Europa principalmente trouxeram boa parte dos conhecimentos que temos hoje sobre filosofia e ocultismo, quase tudo mastigado e semi digerido para as pessoas daqui.
A wicca por exemplo é algo que rodou o mundo e agora está em grande parte dos países do globo e inclusive Brasil.

O Brasil ainda apenas recebe informações e as usa, porém não transmite tanto como deveria sobre ocultismo, algo que espero que mude com o tempo, já que o Brasil possui muitos ocultistas de qualidade e que escrevem excelentes livros sobre muitos assuntos mais não tem o devido reconhecimento fora do Brasil e de certo modo nem aqui dentro.

Em alguns casos países como Estados Unidos possuem pessoas com maior índice de ignorância em relação ao ocultismo comparado com as pessoas daqui, não que as pessoas daqui saibam muito sobre, porém tirando fanáticos religiosos boa parte das pessoas não dão muita bola, porém lá ocultismo é sinônimo de aversão a Deus e relação com pessoas que louvam cabeças de bode.

Isso não significa que não existam pessoas entendidas do assunto, existem muitas!

Independente de tudo o estudo do ocultismo é sempre afetado pela cultura, um país sempre é diferente de outros, alguns mais práticos outros mais teóricos cada um com um objetivo principal, podemos ver por exemplo a cultura oriental, que estuda o desenvolvimento do ser de forma muito interessante.

Em outros locais os objetivos são diferentes, por exemplo, capacidades paranormais (telepatia, telecinese)  para os Soviéticos são coisas extremamente ligadas a ciência, ainda assim, assuntos como telepatia e telecinese sempre foram ligados as ciências ocultas.
Em algumas regiões da África a magia  faz parte da cultura das pessoas de modo constante, desde a medicina até qualquer assunto são vistos como comuns, por exemplo colheita.

Esse foi apenas um resuminho...

Concluindo, o ocultismo está presente em muitas culturas, em cada uma de um modo diferente, em algumas de modo normal em outras vista de modo sinistro, em outras como um conjunto de objetos de estudos revelados a poucos.
Então o que é visto por nós como "ocultismo" para outros pode ser visto como outra coisa, mas ainda é algo que vem para melhorar o ser humano.