Cabeçalho 2

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Carlos Castaneda

Carlos Casteneda
Carlos Castenda JovemAcredito que todo mundo que estudou ocultismo nem que seja por alguns meses ouviu falar dessa figura.
Ele causou polemicas não só no mundo "profano", como também no esotérico , devido aos detalhes que expôs de suas aventuras.
Carlos Casteneda era um antropologo, ele tem 12  livros seus publicados, em forma de autobiografia da qual ele cita experiências que passou junto com um xamã yaqui chamado Don Juan Matus (Lê-se Ruan), no México. 
O mais famoso de todos os livros foi "A Erva do Diabo", seu primeiro livro que se tornou best seller.
Basicamente suas obras tratam de estados alterados de consciência pelo uso de plantas alucinógenas conhecidas como plantas de poder.
Segundo ele as plantas de poder muitas vezes tratadas como entidades por Don Juan, eram usadas para ver o mundo de uma forma diferente e até ver outros mundos, principalmente o Peiote e a Datura conhecida com a Erva do Diabo.
As obras de Castaneda são muito relacionadas ao Xamanismo, tanto que Don Juan era um Xamã, porém a denominação comum da região era Brujo.
Seus relatos fizeram muito sucesso e Castaneda se tornou milionário apenas com o lançamento de seu primeiro livro.
 

Após o lançamento de seus outros livros as pessoas começaram a investigar , se realmente os fatos ditos por ele ocorreram , e se até mesmo se Don Juan realmente existia ou existiu.
Muitos fatos indicaram que tudo poderia ser criação dele, como por exemplo que citações de Don Juan eram encontradas em livros, outro fato era que Castaneda escrevia perfeitamente tudo que Don Juan dizia e apesar de ter um gravador aparentemente não o usava constantemente, mas em muitos casos ele não podia anotar tudo e teria que ter uma excelente memória para lembrar de tudo.

Também as diferenças de humor e jeito de ser de Don Juan de um livro para outro e até no seu método de ensino foram identificados.
Outro fato era que os Yaqui não utilizavam o peiote em seus rituais e boa parte das histórias tinham relação com o peiote.
Além disso muitas pessoas não ficaram contentes com o trabalho de Castaneda, seus livros influênciaram muitos os hippies e muitas pessoas foram em busca do precioso peiote, o que trouxe leis com relação ao uso da planta e que também trouxe problemas aos nativos que faziam o ritual de "caça ao peiote" e eram incomodados por aventureiros e mais tarde algumas vezes até tido como criminosos , já que foram criadas leis em relação ao seu uso.


Bem mais tarde foi descoberto que Castenda começou a fazer algo semelhante a uma seita, com promeças de poder e de evitar a morte carnal e ao invés dela virar uma coluna de luz e partir para outra realidade, como Don Juan.


Castenda morreu em 1998, com câncer de figado (não virou luz do modo que prometeu), e teve ainda mais livros publicados após morrer.
E com o tempo muitas provas de que Carlos Castenda havia criado tudo começavam a aparecer, como por exemplo entrevistas com pessoas da região que o conheciam, e que deixou parecer que ele somou suas experiências e conhecidos em uma só.
Ou seja ele realmente vivenciou grande parte daquilo tudo porém mudou o modo de contar, aparentemente ele teve contato com vários grupos e juntou todas informações.

Mas boa parte desses fatos ainda são desconhecidos pelo público.


Capa do Livro: Uma Estranha Realidade
Ainda assim, boa parte dos ensinamento de Carlos Castenda são úteis, por exemplo sobre o Guerreiro e seus atos, coisas ditas que marcam gerações até hoje, e que são lembrados por grandes nomes como Paulo Coelho por exemplo, que possivelmente colocou a capa do livro "Uma Estranha Realidade", no clipe Gita de Raul Seixas.










Seus livros publicados até o momento foram:

A Erva do Diabo (1968)
Uma Estranha Realidade (1971)
Viagem a Ixtlan (1972)
Porta Para o Infinito (1975)
O Segundo Círculo do Poder (1977)
O Presente da Águia (1981)
O Fogo Interior (1984)
O Poder do Silêncio (1987)
A Arte do Sonhar (1993)
Readers of Infinity: A Journal of Applied Hermeneutics - 1996)
Passes Mágicos (1998)
O Lado Ativo do Infinito (1999)
Roda do Tempo (2000) 

18 comentários :

  1. Descobri Castaneda através do livro aprendiz de feiticeiro de Amy Wallace e recomendo, vai de encontro a este post.
    LUIZ

    ResponderExcluir
  2. ''Acredito que todo mundo que estudou ocultismo nem que seja por alguns meses ouviu falar dessa figura.''
    Não *-*

    ''A Erva do Diabo (1968)''
    Ouvi falar desse.

    ResponderExcluir
  3. No texto vc diz: "Peiote , conhecido com a Erva do Diabo."
    No livro a erva do diabo não era o peiote e sim a semente da Datura, visto que o peiote nem erva é.

    ResponderExcluir
  4. Já alterei lá , obrigado pela observação.

    ResponderExcluir
  5. Castaneda nunca escreveu ou disse que alcançaria a liberdade total como os indios da linhagem. Pelo contrário, ele sempre falou que não estava à altura deles, e que seu papel era só transmitir o ensinamento pra mídia. Que Deus o tenha! E olha que lí várias vezes todos os oito livros dele. Na Paz!

    ResponderExcluir
  6. Nos livros não disse mesmo , mas depois dos livros ele deu cursos , e mais tarde criou uma seita ai ele disse e prometeu muitas coisas.

    ResponderExcluir
  7. Não são oito, são treze livros do Castaneda no total. Recomendo o documentário sobre el da BBC, tem no youtube, muito bom.

    ResponderExcluir
  8. Carlos Castaneda!

    Conheci todos os livros deste autor.
    E para fins Divinátorios,ele nasceu em 25/12 (suposta data de Jesus).

    ResponderExcluir
  9. eu conheci o nagual, corroborei muitas das experiencias na prática e continuo corroborando a mais de 10 anos e fica um conselho as vezes e bom não saber nada.

    ResponderExcluir
  10. Este cara ou foi enganado pelo velho Yanqui ou pela sua própria sede de poder. Abandonou o racionalismo e , a partir daí, tudo pode acontecer. O tal "guerreiro" parece mais um oficial nazi: não importa o certo ou o errado mas o fazer. Os livros dele são mais espécie de filosofia da existência (existencialismo) ou religião da ação sobre a razão. Ao começar com estas experiências, o "bruxo" não comanda mais os espetáculo, mas é comandado por eles (as tais "entidades").

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa!! Excelente Luís. Devemos ler livros com cautela

      Excluir
  11. Belo símbolo do site...É um dragão comendo a própria calda...?...Legal compartilhar informações sobre as experiências de outra pessoa...ela diz: "Foi assim que aconteceu e é assim que é "...ai surge o primeiro problema ou suspeita quando não acontece da mesma forma com todo mundo...ai se com a maioria deu a mesma coisa...o que falhou será excluído ou nunca visto como igual...ou se a maioria foi a falha , o que teve uma experiência diferente vai ser excluído e taxado como louco.....Quem ganha com isso...?...ninguém....Porque no fim todas as coisas são passageiras e estão em constante mudança...esse pensamento que o ser humano carrega como se fosse o centro do Universo ( como se acreditava ser antes era a Terra ) não passa de ignorância temporal...que pra alguns serve como controle de massas...e mesmo que algo seja criado ou desvendado no mais puro senso de verdade e justiça...vai com o tempo ser corrompido , pois o mau está na ideia que o homem é criação de um Deus ou um Deus. Pergunto a vocês ou qualquer um que queira responder....Vocês não percebem o comportamento parasita alienígena anti-vida que estão conduzindo toda a humanidade...?...Você olha pras cidades e suas metrópoles e veem algo de terrestre nelas...?...a tecnologia e seus avanços que só beneficia m a vida do homem e nada do resto do planeta....?...Não estou fazendo apologia a crendice de de extraterrestres , mas apenas expondo o que vejo que está acontecendo em nossas vidas e nosso planeta.........só desejo que vejamos a vida como ela realmente é... " simples " ...Abraço a todos......Att Bruno Lima

    ResponderExcluir
  12. Priscilla Monteiro7 de dezembro de 2014 13:06

    Estou lendo o livro "Aprendiz de Feiticeiro" que descobri na biblioteca, estou começando a conhecer sobre Paulo Castaneda e estou maravilhada!!! Preciso pesquisar mais sobre ele e sua história!

    ResponderExcluir
  13. Só não li o "Vôo da Aguia" (1981), um dos ultimos dos ensinamentos de "Don Juan de Matus" - Marcio Silva de Almeida/Joinville-SC

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O "presente da Águia", não "vôo da Aguia"

      Excluir
  14. Leio e releio Castaneda há quasi duas décadas. Tenho oito livros dos publicados. São daqueles livros que a gente precisa ter por perto. O interessante é que em cada fase da minha vida eu tenho uma interpretação diferente. O bardo já dizia entre o céu e a terra há muita coisa que a nossa vã filosofia não alcança. Castaneda sabia das coisas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Castaneda nasceu em Sp de acordo com o atestado de obito de LOS ANGELES e nao no peru como disse a TIMEmagazine.Por sua obra esclarecedora dos misterios da existencia e da morte.É o maior brasileiro de todos os tempos.

      Excluir

Olá! Obrigado por fazer seu comentário!
Saiba que todos os comentários são responsabilidade e opinião dos seus autores e não do site.
Por favor evite ao máximo colocar links de outros sites a não ser que seja necessário, também não faça propagandas do seu site ou blog aqui.