Cabeçalho 2

domingo, 4 de janeiro de 2015

São Cipriano

Quem sabe o grimório mais conhecido e temido sobre magia do nosso país seja o Livro de São Cipriano, ou melhor dizendo "os livros de São Cipriano", já que as versões do livro do conhecido feiticeiro chegam as dezenas, entre eles "o Original", "o Verdadeiro", "o Capa Preta"," o Capa de Aço" e por ai vai mudando de editora para editora.



Esse artigo não pretende entrar no mérito da veracidade dos rituais e orações contidas nos diversos livros ou nas primeiras versões, porém acima de tudo é interessante levar em conta que seja o que for feito ou dito, essas coisas feitas na matéria precisam também ter atuação no plano astral e nem todo mundo consegue fazer que isso ocorra.

Por causa de tantas versões do livro, as pessoas que se interessam pelo tema sempre procuram o livro verdadeiro ou original. Eu pessoalmente nunca tive interesse por esse livro e nem procurei ler, porém mais tarde também fiquei curioso sobre a origem do livro e resolvi buscar.

Mas antes de falar da primeira versão do Livro, vamos falar um pouco sobre São Cipriano. Qual a melhor forma de se falar de magia ou vender livros sobre o assunto sem sofrer represálias de religiosos? Simples, atribuir a uma figura famosa dentro da religiosidade, dizendo que a mesma foi quem trouxe essas informações. Existem dois santos com o nome de Cipriano: São Cipriano de Cartago e São Cipriano de Antioquia, esse último da qual recebe as atribuições nos livros de feitiçaria, embora algumas vezes ocorra alguma confusão quanto a eles. A lenda de Cipriano de Antioquia mais antiga, conta que ele ficou durante um ano em uma caverna aprendendo os segredos da magia com o próprio diabo, se converteu ao cristianismo, após ver que sua magia não surtia efeito contra uma moça cristã chamada Justina, devido a isso renunciou ao diabo e a magia negra, vendo que nada era mais poderoso que Deus.

Capa do Livro de São Cipriano

A minha busca pelo primeiro livro de São Cipriano se deu pelo meio mais fácil, pesquisa na internet, porém eu só descobri mais sobre a versão mais antiga do livro em um artigo em inglês, esse citava a revista portuguesa O Archeologo Português, onde falava que o livro foi publicado pela primeira vez em 1849. Eu tive a oportunidade de ver uma edição do O Grande Livro de São Cypriano ou Thesouro do Feiticeiro, livro publicado em Lisboa, não fala bem a época, mas um fato interessante é que o editor português faz um adendo sobre o livro de São Cipriano, em suas palavras e copiado exatamente como escrito no português da época:



Advertencia:
São muitas edições que hão publicado do Livro de S. Cypriano, e todas ellas, ao que parece, teem sido bem acolhidas ao publico.
Todas essas edições, porém, são divididas em DOIS VOLUMES, ou duas partes, e não está por conseguinte, nenhuma d'ellas completa.
A obra que damos ao público, sob o titulo de O Grande Livro de São Cypriano ou Thesouro do Feiticeiro, consta de TRES VOLUMES, ou tres partes distinctas...  

Ai quem sabe, pela primeira vez, nasce o costume das editoras de falar que a sua edição, é a original, a verdadeira, a única e etc. Porém a Livraria Economica após algumas páginas faz um adendo interessante:
Devemos o original do 3º volume, que completa o Livro de S. Cypriano, ao seu collector, o nosso prezado amigo de Barcelona, D. Gumerzindo Ruiz Castillejo y Moreno, proprietário da Bibliotheca Academica Peninsular Catalani, que nos vendeu o direito exclusivo de traduzil-o em portuguez.                            
Após isso embaixo, as palavras do  D. Gumerzindo Ruiz Castillejo y Moreno.


En la calidad de único dueño de livro entitulado :  Engremanzos de S. Cypriano, ó sea prodigios del diablo, com outras reglas concernientes al mismo asunto, hacemos público que los derechos de estamparlo por la imprenta em los dominios de Portugal, quedanse propriedad del Sñr. Domingos M. Fernandes, editor en Lisboa (Portugal).


 Barcelona el 25 março 1885

Essa informação é importante, pois fica visível que já existia uma vasta gama de versões desde aquela época. Outra coisa interessante é a citação de um versão espanhola do livro, apesar de não ser possível saber se essa informação é real. Essa é outra pista, pois os primeiros livros de São Cipriano nasceram da Espanha. Nessa região o livros são chamados de Ciprianillo. Embora sem data muito exata, além de livros com temas como feitiçaria, algo interessante é que algumas obras atribuídas ao lendário santo, vinham como guia para encontrar tesouros enterrados pela região de Galiza, na Espanha, a região já tem um ar de mistico devido ao Caminho de Santiago, da qual peregrinos percorrem durante séculos. 


Porém, o livro O Grande Livro de São Cypriano ou Thesouro do Feiticeiro (versão de Portugal) tem uma lista de locais onde é dito que estão escondidos tesouros de mouros e romanos protegidos por magia e demônios. Obviamente fica claro que aquilo tudo é apenas uma peça para enganar pessoas, essas informações de tesouros escondidos, de certo vieram do pequeno livro com o nome de el Millonario de San Ciprián datado de 1849-1850, porém o costume de vender livros com locais de tesouros era quase cultural na região, e esse livro possivelmente era cópia ou modificação de outro livro bem mais antigo. Com a popularização de livros de São Cipriano com pistas de supostos tesouros escondidos, a região sofreu com a destruição de patrimônios arquelógicos, ocorreu até o caso de inscrições rupestres serem destruídas, pois eram citadas como marca de tesouros antigos.

Se El Millonario de San Ciprián  não for a obra mais antiga atribuída a São Cipriano é possível datar que existência da primeira versão do livro ou da lenda de Cipriano, não deve ser mais antiga que 1750-1800 pois não existem citações encontradas sobre ele antes dessa época, seja em livros, rezas, ou até mesmo comentários de estudiosos de magia ou padres.

Pode se dizer apenas que tudo muito possivelmente teve sua origem na Espanha. Já as informações mais tarde contidas nos livros de São Cipriano, principalmente as com relação a "magia negra" são uma tradução e leve alteração da versão francesa de O Grande Grimório, ideia nascida do interesse em editores de livros em ganhar dinheiro. As diversas e famosas orações, muito possivelmente são resultado de uma coleta de orações populares. Logo mais, também ouve a adição de símbolos de outros grimórios antigos, por exemplo a edição da editora Pallas, São Cipriano o Bruxo - Capa Preta, possui dezenas de desenhos de símbolos retirados de outros livros com descrições pouco verdadeiras. E esses símbolos não eram presentes nas versões mais antigas dos livros de São Cipriano.


São Cipriano - Capa de Aço

As lendas sobre o livro ser amaldiçoado, trazer má sorte e outras coisas, é apenas resultado da crendice popular e também lenda que facilita mais ainda a venda dos livros.

Para finalizar o artigo, vai aqui a lista dos livros de São Cipriano que consegui encontrar:

  • São Cipriano - O Bruxo - Capa Preta
  • São Cipriano - O Bruxo - Capa de Aço
  • São Cipriano - O Verdadeiro Capa de Aço
  • São Cipriano - Capa de Ouro
  • São Cipriano - O Legítimo
  • São Cipriano - O Legítimo Capa Preta
  • O Breviário de São Cipriano
  • O Legítimo Livro De São Cipriano 
  • O Livro Encarnado de São Cipriano
  • O Livro Proibido de São Cipriano
  • O Livro Vermelho e Negro De São Cipriano
  • O Grande Livro de São Cipriano ou Tesouro do Feiticeiro
  • O Grande e Legítimo Livro Vermelho e Negro de São Cipriano
  • O Poderoso Livro De São Cipriano
  • O Tradicional Livro Negro De São Cipriano
  • Engremanzos de San Cipriano
  • San Bartolomé y San Cipriano
  • O Grande Livro de São Cypriano ou Thesouro do Feiticeiro
  • El Ciprianillo. Gran Libro de San Cipriano, o Los Tesoros del Hechicero
  • El Libro Magno de San Cipriano. Tesoro del Hechicero
Fonte de Pesquisa: 

São Cipriano O Bruxo - Capa Preta editora Pallas
Peter Misler.- Las Hondas Raíces del Ciprianillo
O Grande Livro de São Cypriano ou Thesouro do Feiticeiro
Instituto de Estudios Vigueses Glaucopis ano XII-Número 12-2006

16 comentários :

  1. Gostei muito dessa matéria,pois fiquei informado sobre os livros de S.C

    ResponderExcluir
  2. Bom trabalho, e isso de varias versões, infelizmente, acontece ao tempo todo, algumas vezes a pesquisa para descobrir qual a "melhor" versão é mais demorada ou complicada que a própria leitura dos livros.

    Mais uma vez bom trabalho.
    Gratidão.

    ResponderExcluir
  3. Muito informativo!

    Você pode fazer uma postagem sobre a Feiticeira de Évora e outra sobre o Feiticeiro Athanásio (considerados contemporâneos de Cipriano)... ficaria ainda mais grato. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou procurar a fundo pra ver o que encontro e se conseguir algo bom posto sim.

      Abraços e obrigado pela indicação.

      Excluir
  4. olha so bem que voçe poderia disponibilar para download em pdf os livros que voçe achou seria legal ver tais livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yuri-sensei tem e-mail? Preciso de conhecimento

      Excluir
    2. Na esquerda tem um link pro formulário de contato, é só preencher e em poucos dias eu respondo

      Abs

      Excluir
    3. Eu preciso do livro de feitiços

      Excluir
  5. Ótima matéria, muito obrigado por compartilhar o conhecimento..
    Também gostei muito do seu blog, me tornarei assíduo ^_^

    ResponderExcluir
  6. Yuri não consegui encontrar o formulário Para contato , fico grato se podece me passa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://tudosobremagiaeocultismo.blogspot.com.br/p/contato.html

      Excluir

Olá! Obrigado por fazer seu comentário!
Saiba que todos os comentários são responsabilidade e opinião dos seus autores e não do site.
Por favor evite ao máximo colocar links de outros sites a não ser que seja necessário, também não faça propagandas do seu site ou blog aqui.