Cabeçalho 2

sábado, 22 de fevereiro de 2014

O Triste Comércio da Espiritualidade

Vender o que as pessoas procuram, precisam ou querem é uma estratégia extremamente comum no ramo comercial, na realidade podemos dizer que é o básico, mas vender o que as pessoas querem é mais lucrativo do que vender o que elas precisam.

O comercio sempre esteve incluso dentro da espiritualidade, desde a idade média a própria igreja vendia as famosas indulgencias para que as pessoas pudessem salvar seus parentes do inferno. Na mesma época você podia comprar objetos sagrados que supostamente pertenceram a santos.


Atualmente a coisa não mudou, a venda de objetos ou de bênçãos continua e a internet expande as possibilidades: anéis mágicos, iniciações fornecidas por criaturas de outros planetas, amor de volta, ascensão espiritual, que tal uma pulseira com todo poder da Kabbalah ?

Eu até estava esquecendo de falar dos livros, algumas pessoas resolvem escrever livros com promessas de poder, fortuna e muito mais, só que o objetivo em vez de ajudar é apenas fazer que a pessoa perca seu dinheiro, o mesmo serve para alguns cursos que encontramos por ai;

Muitas vezes é dito que o dinheiro serve como troca energética, o que pode ser verdade porém, nem sempre a "troca energética" é uma troca justa, muitas vezes essa troca presenteia o cliente com apenas uma ilusão momentânea.

A espiritualidade geralmente se torna alvo dos comerciantes quando ela atravessa muito a barreira o ponto que fica no meio entre racional para o emocional. Ela sempre vai ser saudável enquanto ficar entre a razão e a emoção mantendo um equilíbrio, sem esse equilíbrio a pessoa se deixa a levar por fantasias sem sentido, como acreditar que pode pagar por evolução espiritual ou tornar a espiritualidade um objeto sólido que não leva a nada.

Ninguém sai ganhando com o comercio da espiritualidade, a vítima perde dinheiro e sofre mais ainda depois, pessoas inteligentes se tornam pseudo-céticas, o comerciante vai cada vez mais baixo para conseguir dinheiro e os espiritualistas sérios perdem credibilidade frente a sociedade.


6 comentários :

  1. Muito bom texto! Mas agora venho aqui oferecer ao senhor o milagroso Pote do Rei Salomão!!!
    Que lhe dá todo o Saber, Sucesso ou Vitória na vida! Não, espere, ainda tem mais!
    Tenho aqui o Curso de Bruxaria! Torne-se um Bruxo em 6 meses pagando somente R$ 400,00!
    Mas espere! Ainda não acabou! Se o senhor responder a pergunta e demonstrar que possui o entendimento o senhor ganhará uma vaga em nossa Ordem da Cara-de-pau Negra!!!
    Poucos conseguem! O senhor pode ser um deles!!!

    ResponderExcluir
  2. Belo texto Yuri, sou muito grato por ter conhecido esse blog! ^^
    Então Yuri, gostaria que você fizesse um post sobre dragões, acho que seria muito bacana ja que esse assunto esta crescendo mais e mais aqui no Brasil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um assunto complicado, cada pessoa acha que dragão é uma coisa, mas vou ver se mais pra frente consigo fazer o texto!

      Obrigado pela sugestão!
      Abs

      Excluir
  3. Oi, Yuri.
    Post muito bom. Infelizmente espiritualidade neste país se tornou sinônimo de picaretagem, meio para se obter dinheiro fácil dos incautos.
    O pior são os que começam bem e logo usam seus dons só para ganhar dinheiro. Digo isso pq frequentei uma casa de umbanda que começou excelentemente bem, até que os olhos da encarregada cresceram, ela decidiu ganhar dinheiro alto com a espiritualidade, passou a cobrar valores altos para ler tarot, trabalhos, e por fim alugou um horário na rádio mundial de SP onde agora tem um programa, lê cartas ao vivo e faz propaganda dos serviços. Espiritualidade para o bem, que é bom, necas.
    Enfim, é isso.
    Saudações.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É triste mesmo, mas não demora pra esse povo tropeçar.

      Excluir

Olá! Obrigado por fazer seu comentário!
Saiba que todos os comentários são responsabilidade e opinião dos seus autores e não do site.
Por favor evite ao máximo colocar links de outros sites a não ser que seja necessário, também não faça propagandas do seu site ou blog aqui.